II – habitação bifamiliar

For
esap – escola superior artística do porto
Description

O objectivo deste trabalho é criar um espaço habitacional para duas famílias num terreno na Rua Gomes Freire, Porto.

Uma família típica, de 3 elementos, natural das Fontaínhas pretende partilhar o terreno com um cientista (louco) e o seu ajudante.
O programa é simples. Criar condições para um bom habitar.
A família típica pretende um espaço de recriação para o elemento mais novo enquanto que os cientistas pretendem um espaço de trabalho bastante discreto.
Uma torre virada para a cidade, como um posto de vigia de um espaço de trabalho colocado na cave. Para a criança, o elemento caixa “torcida”. Esta simboliza a brincadeira, ter tudo fora do sítio.

A entrada do edifício será pela Rua Gomes Freire.
Na habitação do Cientista, a estratégia foi estabelecer uma separação de espaços privados. Visto a relação Cientista/Ajudante ser muito cordial, ambos os espaços de descanso estão colocados nos extremos do edifício.
O Cientista “mora” no cimo da Torre e o Ajudante no quarto dos “fundos”.
Na cave, o espaço de trabalho, um laboratório.

Type
arquitectura II